Notícias

Jogo do campeonato francês é encerrado após jogador receber garrafada

Garrafa jogada da arquibancada do Lyon atingiu Dimitri Payet, do Olympique de Marselha, na parte de trás da cabeça

Um jogo da liga francesa entre Lyon e Marselha foi cancelado no domingo (21) à noite depois que Dimitri Payet, do Olympique de Marselha, ter sido atingido na cabeça por uma garrafa jogada pelos torcedores do Lyon.

 

Payet caminhou para cobrar um escanteio no quinto minuto do jogo do Campeonato Francês, no Estádio Groupama do Lyon, mas enquanto ele se preparava, uma garrafa jogada da arquibancada atingiu-o na parte de trás da cabeça.

 

O árbitro Ruddy Buquet instruiu as equipes a irem para seus respectivos vestiários depois de Payet ter recebido o tratamento e os jogadores do Lyon tentarem acalmar o ambiente.

 

Parecia que o jogo poderia recomeçar. O locutor do estádio disse que o jogo seria retomado, mas avisou que um novo incidente levaria ao abandono do jogo.

 

Os jogadores do Lyon entraram em campo para aquecer, mas a equipe do Olympique de Marselha permaneceu no vestiário. Após uma espera de quase duas horas, às 22h45 do horário local o jogo foi abandonado.

 

O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, escreveu na conta oficial do clube no Twitter: “Enviamos (a Payet) nossas desculpas”.

 

“O perpetrador foi imediatamente denunciado e apanhado. É um ato isolado”, continuou Aulas. “Após uma longa discussão, uma decisão foi tomada pelo Sr. Buquet. Quando há 55.000 pessoas em um estádio, devem ser tomadas precauções. O árbitro convocou a todos uma segunda vez para anunciar que ele havia mudado de ideia”, disse.

 

“A partida foi adiada após uma hora e meia. Nossos jogadores seguiram as ordens do Sr. Buquet, voltando a se aquecer. Então o árbitro mudou de ideia e eles voltaram para o vestiário. Eles esperaram sabiamente pela decisão e acataram a ela. O infrator foi preso. O indivíduo em questão foi isolado. É uma pena que uma generalidade tenha sido tirada disso”.

 

 

A Ligue de Football Professionnel (LFP) divulgou uma declaração na qual chamou o incidente de “ataque covarde”, além de dizer que Payet também foi vítima de “insultos de natureza discriminatória”.

 

“Apesar da firmeza das decisões da Comissão Disciplinar da LFP desde o início da temporada (deduções de pontos, jogos à porta fechada, arquibancadas fechadas) e do trabalho realizado junto ao governo para sancionar mais efetivamente os indivíduos violentos nos estádios, estes novos incidentes graves atuam como um lembrete de que a segurança dos jogos é de responsabilidade do clube anfitrião e das autoridades locais, a quem cabe a decisão final sobre se um jogo será reiniciado ou definitivamente interrompido”, diz a declaração.

 

“Em um momento em que a Ligue 1 Uber Eats está se tornando cada vez mais atraente nos gramados, estes incidentes graves e repetidos estão destruindo a imagem da liga na França e internacionalmente”.

 

 

A Comissão Disciplinar da LFP realizará uma reunião de emergência na segunda-feira após os “novos e extremamente graves incidentes”.

 

O incidente vem na sequência de uma série de percalços com fãs que ocorreram nesta temporada na França.

 

É a segunda vez nesta temporada que Payet é atingido por uma garrafa jogada das arquibancadas. Em 22 de agosto, em um jogo contra Nice, uma garrafa atingiu Payet nas costas. Os companheiros de equipe de Payet, Álvaro González e Matteo Guendouzi, correram para apoiá-lo, enquanto o capitão do Nice, Dante, tentou acalmar a situação.

 

A equipe de segurança tentou conter os torcedores em meio às tensões crescentes, mas eles desceram ao campo criando um tumulto entre torcedores, jogadores e equipe técnica.

 

Como resultado, o Nice recebeu uma penalidade de dois pontos, um dos quais foi suspenso, e foi ordenado que repetisse sua partida do campeonato contra o Olympique de Marselha.

 

Payet e González foram posteriormente sancionados com suspensões de um e dois jogos, respectivamente. O fisioterapeuta de Marselha, Pablo Fernández, também recebeu um banimento até o final de junho de 2022.

 

A segunda parte do clássico entre Lens e Lille também foi adiada por cerca de meia hora depois que os torcedores atiraram objetos uns nos outros, assim como nos jogadores que estavam no campo.

 

FONTE: CNN