Notícias

CATARATAS DO IGUAÇU REGISTRAM VAZÃO ACIMA DO NORMAL DEVIDO A CHUVAS DOS ÚLTIMOS DIAS

Após vários dias de chuva, a vazão da água nas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, chegou a 2,9 milhões de litros por segundo nesta terça-feira (05/10). O nível considerado normal é de 1,7 milhão de litros por segundo.

Após vários dias de chuva, a vazão da água nas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, chegou a 2,9 milhões de litros por segundo nesta terça-feira (05/10). O nível considerado normal é de 1,7 milhão de litros por segundo.

As cachoeiras chegaram a registrar no início de junho apenas um quinto da vazão considerada normal para o período em decorrência da estiagem que atinge todo o estado. Na região da Ponte da Amizade, entre as cidades de Foz do Iguaçu e Cidade do Leste, no Paraguai, o nível do Rio Paraná esteve 8,5 metros abaixo da média dos últimos cinco anos.

A situação começou a voltar ao normal apenas em meados de junho, quando a vazão das Cataratas do Iguaçu voltou para 1 milhão de litros por segundo no dia 23.

Em abril de 2020, imagens das Cataratas do Iguaçu quase secas correram o mundo. Na ocasião, conforme o monitoramento hidrológico da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), a vazão chegou apenas a 260 m³ por segundo, ou seja, cinco vezes menos do que a vazão normal.

A maior seca já registrada nas Cataratas do Iguaçu aconteceu em 1978, com apenas 76 metros cúbicos por segundo. Por outro lado, o recorde de maior vazão acontece em 1983, quando atingiu 32.000 metros cúbicos por segundo.

 

Fonte: Jornal Terceira Opinião/RicMais